B i o g r a fia

 

Carlos Bauzys​

 

Diretor musical, regente, compositor, arranjador e educador musical.

Diretor musical e maestro do espetáculo “Peter Pan – o musical da Broadway”, produzido por Renata Borges, sob direção de Possi Neto e coreografias de Alonso Barros. Com Daniel Boaventura, Matheus Ribeiro, grande elenco e orquestra. Em cartaz de março a julho de 2018, Teatro Alfa, São Paulo.

 

Diretor musical juntamente do grupo Barbatuques no espetáculo infantil “Só Mais Um Pouquinho”. Em cartaz a partir de 6 Outubro de 2018, no SESC Belenzinho, São Paulo.

 

Diretor musical do espetáculo “Os Produtores”, produzido por Chaim Produções, sob direção de Miguel Falabella e coreografias de Fernanda Chamma. Com Miguel Falabella, Marco Luque, Danielle Winits, grande elenco e orquestra. Em cartaz de abril a junho de 2018 no Teatro Procópio Ferreira, São Paulo. Depois em cartaz durante julho de 2018 no Teatro Vivo Rio, Rio de Janeiro.

 

Diretor musical e maestro do espetáculo “Cantando na Chuva”, produzido por IMM, Raia produções e EGG Entretenimento, sob direção de Fred Hanson e coreografias de Katia Barros. Com Cláudia Raia, Jarbas Homem de Mello, Bruna Guerin, Reiner Tenente, grande elenco e orquestra. Em cartaz de agosto a dezembro de 2017, Teatro Santander, São Paulo.

Por esse espetáculo, foi indicado a Melhor Direção Musical no “Prêmio Bibi Ferreira – 2016”.

Diretor Musical do Grupo Barbatuques no espetáculo de celebração de 20 anos de grupo. Com participação de Emicida e Metá-Metá. Sesc São Paulo, 2017 e 2018.

 

Diretor musical e arranjador em parceria com Daniel Rocha no espetáculo “Rio Mais Brasil – O Nosso Musical”, produzido por Turbilhão de Idéias, sob direção de Ulysses Cruz. Com Cris Vianna, Leonardo Vieira, Cláudio Lins, Danilo Mesquita, Danilo de Moura e mais 16 atores-cantores-instrumentistas. Em cartaz de julho a setembro de 2017 no Teatro Oi Casa Grade, Rio de Janeiro. Em tournée pelo Brasil de setembro a novembro de 2017.

Por esse espetáculo, foi indicado juntamente com Daniel Rocha, a Melhor Arranjo Original no “Prêmio Bibi Ferreira – 2018”.

 

Diretor musical e arranjador do espetáculo de sapateado“Tap&Tom”, com músicas de Tom Jobim, sob direção artística de Felipe Galganni. Em cartaz abril de 2017, no The Players Theatre, New York, USA. Nova temporada em Fevereiro de 2018 no 14th Street Y Theatre, New York, USA.

 

Diretor musical e regente do espetáculo “Cinderella – de Rodgers & Hammerstein”, produzido por Fabula Entretenimento, sob direção de Charles Moeller e Claudio Botenho. Com Bianca Tadini, Totia Meirelles, Guilia Nadruz, grande elenco e orquestra. Em cartaz de março a junho de 2016 no Teatro Alfa, São Paulo. Depois em cartaz de junho até setembro de 2016 no Teatro Bradesco, Rio de Janeiro. Em turnê pelo Brasil de dezembro de 2017 à setembro de 2018.

Por esse espetáculo, foi indicado a Melhor Direção Musical no “Prêmio Bibi Ferreira – 2016”.

 

Diretor musical do espetáculo “O Homem de La Mancha”, produzido pelo SESI-SP/ Atelier de Cultura, sob direção de Miguel Falabella, com Cleto Baccic, Sara Sarres, Jorge Maya, grande elenco e orquestra. Em cartaz de 13 de setembro de 2014 à julho de 2015 , no teatro do SESI-SP. Nova Temporada de março à julho de 2017, no Teatro ALFA.

Por esse espetáculo, recebeu o prêmio de Melhor Direção Musical, no “Prêmio Bibi Ferreira – 2015”.

 

Arranjador, diretor musical e maestro do “Prêmio Master Imobiliário”, sob direção de Richard Luiz. Em 2018 com apresentação de Jarbas Homem de Mello. Em 2017 com apresentação de Daniel Boaventura e Kiara Sasso. Em 2016 com apresentação de Miguel Falabella.

 

Compositor da trilha sonora do curta-metragem “ABIT”, produzido pela INPUT Arte Sonora, em janeiro de 2017.

 

Diretor musical do espetáculo "Nuvem de Lágrimas", sob direção de Tânia Nardine e Luciano Andrey, em cartaz de outubro a dezembro de 2015 no Teatro Bradesco, São Paulo. Depois em cartaz em Maio de 2016 no Teatro Oi Casa Grande, Rio de Janeiro.

 

Diretor musical juntamente com Fernando Barba do grupo Barbatuques, desde agosto de 2014, para o CD e show AYÚ. 

Coordenador/ integrante, juntamente com Fernando Barba e Cadú Souza, da ORQUESTRA CORPORAL, que desenvolve um trabalho de pesquisa musical utilizando somente o corpo e a voz, desde março de 2014.

Atualmente, está desenvolvendo a notação musical em partitura para a percussão corporal.

 

Diretor musical do espetáculo “A Madrinha Embriagada”, produzido pelo SESI-SP/ Atelier de Cultura, sob direção de Miguel Falabella. Com Stella Miranda, Sara Sarres, Saulo Vasconcelos, Kiara Sasso, grande elenco e orquestra. Em cartaz de agosto de 2013 a junho de 2014, no teatro do SESI-SP. Por esse espetáculo, foi indicado a Melhor Direção Musical no “Prêmio Bibi Ferreira – 2014”.

 

Diretor musical do espetáculo “Alô Dolly”, sob direção de Miguel Falabella. Com Marília Pêra, Miguel Falabella, grande elenco com 25 atores e orquestra com 16 músicos. Esteve em cartaz de 12 de outubro de 2012 a 17 de fevereiro de 2013, no Teatro Oi Casa Grande, Rio de Janeiro. De 1 de março a 7 de julho de 2013, ficou em cartaz no Teatro Bradesco, São Paulo. Depois disso, em tournée por diversas capitais brasileiras, de 15 de julho a 1 de setembro de 2013.

 

Foi integrante da equipe de coordenação pedagógica do projeto educacional em Teatro musical do SESI, de novembro de 2012 a dezembro de 2015.

Dentro desse projeto, desempenhou também a função de Coordenador da área de música do “Curso Técnico de Atuação em Teatro Musical” do SESI-SP, o primeiro curso técnico desse gênero no Brasil.

 

Ministrou o workshop “Brazilian Rhythms and Body Percussion” no “London a Cappella Festival”, que é organizado pelo grupo Swingle Singers, em Londres, janeiro de 2014.   

 

Ministrou aulas de “Percepção musical aplicada ao sapateado” no Brasil Tap Festival 2017, sob coordenação de Chris Matallo.

 

Preparador vocal a arranjador no espetáculo “Palavra Cantada – O Musical", produção geral de Sandro Chaim. Em cartaz de junho a agosto de 2014 em São Paulo. A partir de setembro de 2014, em tournée por diversas capitais brasileiras.

 

Supervisor musical do espetáculo “Cazuza”, sob direção de João Fonseca. Chaim XYZ Produções. Em cartaz no Rio de Janeiro, de outubro de 2013 a março de 2014. Em tournée por diversas capitais brasileiras de abril a junho de 2014. Em cartaz em São Paulo, a partir de julho de 2014.

 

Diretor musical, juntamente com Daniel Rocha, do espetáculo “Grey Gardens”, sob direção de Wolf Maia, com Soraya Ravenle, Suely Franco, elenco e orquestra. OZ Produções. Em cartaz de 15 de março a 5 de maio de 2013 no Rio de Janeiro.

 

Assessor de música das “Fábricas de Cultura”. Projeto social do Governo do Estado de São Paulo, de julho a outubro de 2012.

 

Compositor e diretor musical do espetáculo original brasileiro “O Pífaro”, sob direção de Iacov Hillel e texto de Paulo Faria. Sua estreia foi em julho de 2012 no teatro da EAD-USP.

 

Diretor musical do espetáculo “Xanadu”, sob direção de Miguel Falabella, com Danielle Winits e Tiago Fragoso. Em cartaz no Teatro Oi Casa Grande, no Rio de Janeiro, de janeiro a março de 2012; e por diversas capitais brasileiras, de abril a junho de 2012.

 

Diretor musical e co-arranjador do espetáculo “Villa-Lobos das Crianças”, sob direção de Iacov Hillel. Em cartaz de agosto a novembro de 2011, no Teatro TucArena; de janeiro a abril de 2012 no Teatro das Artes; e a partir de maio de 2012, nos SESCs de São Paulo.

 

Compositor da trilha do espetáculo “Gangue”, com a Cia. Provisório Definitivo, em cartaz a partir de maio de 2012, no Espaço Parlapatões.

 

Compositor e diretor musical do espetáculo “O Silêncio em Apuros”, de Vanessa Prieto, sob direção de Débora Dubois. Em cartaz até novembro de 2011, no teatro VIVO de São Paulo. Produtor musical do CD do espetáculo.

 

Ministrou a oficina “Teatro e música unidos: possibilidades de criação”, na Fundação das Artes, em São Caetano, em julho de 2011.

Compositor convidado do XVII Festival de Trombones da ABT, em Natal - RN, em maio de 2011.

Para o grupo vocal Swingle Singers ministrou a oficina de “percussão corporal e ritmos brasileiros”, em março de 2010.

 

Diretor musical e maestro do espetáculo “A Gaiola das Loucas”, com Miguel Falabella e Diogo Vilela, sob direção de Miguel Falabella e coreografias de Chet Walker. Em cartaz de março a julho de 2010 no Rio de Janeiro, agosto de 2010 em Paulínia e de outubro de 2010 a março de 2011 em São Paulo, no Teatro Bradesco.

 

Compositor e diretor musical do espetáculo “Aladdin”, sob direção geral de Paulo Ribeiro, coreografias de Fernanda Chamma e produção geral de Sandro Chaim. Estreiou em julho de 2010 no Teatro Credi Card Hall, viajou pelas capitais do Brasil e em cartaz no Teatro Bradesco até fevereiro de 2011. Produtor musical do CD “Aladdin”, que teve seu lançamento em agosto de 2010 no Teatro Vivo Rio, no Rio de Janeiro.

 

Regente da orquestra e maestro responsável do espetáculo “Hairspray”, com Edson Celulari, Simone Gutierrez, Danielle Winits, Arlete Salles e Jonatas Faro, sob direção musical de Felipe Senna, direção geral de Miguel Falabella e coreografias de Jeff Whiting. Em cartaz de julho de 2009 a janeiro de 2010 no Rio de Janeiro e de fevereiro a junho de 2010 em São Paulo.

 

Diretor musical, compositor e arranjador do espetáculo musical infantil “Bichos do Mundo” com a Cia. Pia Fraus, com a banda Strombólica e direção artística de Beto Andretta, em cartaz no SESC Paulista de março a abril de 2009 e em abril de 2010 no Circo Roda Brasil. Produtor musical do CD do mesmo espetáculo, lançado em abril de 2010 no SESC Pompéia.

 

Compositor da trilha do espetáculo “Pinóquio”, sob direção da Cia. Le Plat du Jour e produção de Cíntia Abravanel. Em cartaz desde setembro de 2009 no Teatro Imprensa.

 

Guitarrista e flautista do sexteto de Jazz-Rock “Por Tutatis”, sob direção musical de Willy Verdaguer, que teve sua estreia no SESC Ipiranga, em abril de 2009.

 

Diretor artístico do octeto cênico-vocal ÓcTrombada. Diretor musical do espetáculo “Kin Con Krof - pra cantar e imaginar”, em cartaz no Teatro Tim e no Teatro Folha, de outubro a dezembro de 2007; no SESC Consolação e SESC Sto. André, em março e abril de 2008; na Mostra SESI de Teatro, de maio a julho de 2008 e no SESC Vila-Mariana de janeiro a março de 2009. Produtor musical do CD “Kin Con Krof”, gravado em 2007.

Ainda com esse espetáculo, foi vencedor do prêmio Coca-Cola/Femsa na categoria Melhor Música de 2008.

 

Diretor musical do espetáculo musical “A Pequena Sereia” com a Cia. do Pátio, no Teatro Folha, sob direção de Isser Korik, em cartaz de abril a junho de 2009.

 

Supervisor musical do espetáculo “Soar da Liberdade”, de Andréia Vitfer, produção de Tiago Abravanel, apresentado no Teatro Imprensa, em outubro de 2008.

 

Compositor da trilha sonora do espetáculo de circo e teatro “3R’s”, da Cia. Fractons, de Marcelo Castro, em 2008.

 

Compositor da trilha sonora do curta-metragem “Guerra de Arturo”, produção da Massa Real Filmes, em 2008.

 

Diretor Musical do espetáculo “A Culpa é da Ciência?”, com o grupo Arte e Ciência no Palco, em cartaz no auditório da PUC, em julho de 2008.

 

Regente da orquestra e assistente de direção musical no espetáculo “Sweet Charity”, com Cláudia Raia, sob direção musical de Miguel Briamonte e direção geral de Charles Möeller e Cláudio Botelho, de setembro de 2006 a maio de 2007, em São Paulo e no Rio de Janeiro.

 

Com o grupo de teatro Parlapatões, fez a direção musical do “Auto dos Palhaços Baixos”, em todos os Natais de 2004 a 2010.

Foi também preparador vocal e musical do grupo nos espetáculos “Reis do riso” com a Banda Sinfônica do Estado de São Paulo, onde também foi regente assistente, sob direção artística do Maestro Abel Rocha, em 2004; “Eu e meu guarda-chuva” de Branco Mello e Hugo Possolo, em 2005; “Hércules”, de Hugo Possolo, em 2006, e regente/integrante da banda do espetáculo Stapafúrdyo – Circo Roda Brasil (Parlapatões e Pia Fraus) em 2006, sob direção musical de André Abujamra.

 

Na EAD-USP foi diretor musical e arranjador dos espetáculos: “Ópera do Malandro” de Chico Buarque (direção de Iacov Hillel), em 2005; “Desde que o samba é samba” (direção de Isabel Setti), em 2006; “Prepare Seu Coração” (direção de Iacov Hillel e texto de Mário Viana), em 2008; e “Fuente Ovejuna” (direção de Isabel Setti, em 2008). Foi também regente da banda do musical “Hair” (direção de Iacov Hillel e Abel Rocha), em 2004. Diretor musical do pocket “Ópera do Malandro”, apresentado no Teatro Municipal de São Paulo, em dezembro de 2006, e no Centro de Cultura Judaica, em maio de 2008, sob direção de Iacov Hillel.

 

Professor de Canto Coral, Teoria Musical e Performance da escola de musicais “Casa de Artes OperÁria”, em 2006. Lá, dirigiu musicalmente os espetáculos “Musicais Brasileiros”, em 2006; e “Hair”, em 2007.

Para o Núcleo Experimental do SESI ministrou a oficina “Dos princípios musicais à composição cênica” de 10 dias, em dezembro de 2007.

 

Arranjador e assistente de direção musical do Maestro Abel Rocha nos CDs “Encontros” e “Novo Mundo” da cantora Fortuna, em 2003 e 2005.

 

Idealizador e diretor artístico da TR.O.M. (Trombada Organização Musical), onde atuou também como diretor musical, guitarrista, flautista e cantor da banda Trombada Auê (criada em 1999); diretor musical e cantor do octeto cênico-vocal ÓcTrombada (criado em 2002); e como integrante do quarteto de violões TrombadoLão (criado em 2003). Com a banda Trombada Auê, foi vencedor do Festival de MPB de Ilha solteira de 2001 nas categorias Melhor música, Melhor arranjo e Destaque instrumental.

 

Vencedor do prêmio de Menção Honrosa pela regência de orquestra de câmara no Concurso Nacional Ritmo e Som, promovido pela UNESP, em 2002.

 

Habilidades instrumentais: violão, guitarra, flauta transversal, piano, baixo e percussão. Habilidades corporais: Cantor e percussionista corporal.

 

Foi tenor do coral Collegium Musicum de 2001 a 2003, sob regência do Maestro Abel Rocha.

 

Educador musical, ex-bolsista FAPESP no Projeto “Música na Escola” (2001/2002).

 

Bacharel em Composição e Regência pelo Instituto de Artes da UNESP.